Dos filhos e filhas da Terra

 

 

Homenagem Xucuru ao Cacique Xicão. Foto: Graça Graúna.

Homenagem Xucuru ao Cacique Xicão. Foto: Graça Graúna.

 

Graça Graúna (povo potiguara/RN)
Nordeste do Brasil, 21 de maio de 2018.

 

Banhei meus passos na água corrente
da mata sagrada, nos ombros da serra
onde está plantado o grande guerreiro
Cacique Xicão Xukuru do Ororubá

Nos ombros da serra de história e memória
os Xukuru desde cedo, de criança mesmo,
dão conta do Tempo que rege o saber:
tempo de brincar, de fazer amigos, de caminhar…

Tempo das filhas e dos filhos da terra,
tempo do encanto que protege os animais;
de respeitar a natureza e o descanso da Mãe Terra
e tratá-las com carinho e preservá-las mais.

Nos ombros da serra de história e memória
os Xukuru desde cedo, de criança mesmo,
sabem dos Encantados que o tempo é sagrado,
que os espíritos de luz sempre estão voltando

Nas curvas dos rios, nos ombros da serra
há um tempo também de descanso.
Os Encantados voltam para eternizar
a luta porque é preciso continuar lutando

Assim, desde cedo, de criança mesmo,
os Xukuru celebram o tempo de ir
e o tempo de voltar, porque a luta continua;
como quer o Tempo de Avançar.