2016 foi outro ano difícil da luta dos povos indígenas no Brasil. Depois de um governo de clara orientação anti-indígena – apenas quando a queda era iminente os setores administrativos favoráveis conseguiram aprovar algumas demarcações de terras, antes engavetadas – veio outro presidente, que chegou a ter um ministro ligado ao extermínio Yanomami segundo a Comissão...