mbaraete

Em 11 de novembro, na Casa das Caldeiras (Av. Francisco Matarazzo, 1752, São Paulo), ocorrerá o Festival Mbaraeté, com debates, palestras e oficinas à tarde, e música à noite, contando com antropólogos e lideranças indígenas como o Guarani Kaiowá Elizeu Lopes. Entre os músicos, estarão grupos de rap guarani como Oz Guarani e os HuniKuin do Acre, Criolo (DJ+ MC), B NEGÃO Trio e KL JAY (Dj Racionais Mcs). Colaborem comprando antecipadamente os ingressos, pois o Festival não tem patrocínio: https://www.ticket360.com.br/evento/4914/festival-mbaraete

Trata-se de mais um evento  em que se protestará contra a PEC 215 e se afirmarão os direitos indígenas. Cliquem na imagem para ampliá-la e ver a programação.

O Festival é colaborativo, não tem fins lucrativos. Músicos, oficineiros e palestrantes prestarão seu trabalho de forma gratuita. O valor arrecadado será integralmente doado às aldeias dos Guarani Mbya em São Paulo e às aldeias Guarani Kaiowa do Mato Grosso do Sul. Entre os destaques do festival estão rodas de conversa com lideranças indígenas como Elizeu Lopes, da aldeia Kurusu Amba (MS), que recentemente denunciou em Washington os ataques contra o povo Guarani Kaiowa na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA). Haverá ainda palestras com a antropóloga e jornalista Tatiane Klein, do Instituto Socioambiental (ISA) e do Centro de Estudos Ameríndios da USP (CESTA-USP), Cristiano Navarro, jornalista do Le Monde Diplomatique Brasil e com Bruno Morais, Advogado (CTI). Após as 19h a Música tomará conta do espaço com apresentações de grupos de rap guarani como Oz Guarani e os HuniKuin do Acre, Criolo (DJ+ MC), B NEGÃO Trio e KL JAY (Dj Racionais Mcs), entre outros.

Criolo gravou um vídeo chamando para as apresentações: https://www.facebook.com/902670626469659/videos/907693495967372/

Haverá também uma sala de vídeos, com filmes passando das 14 horas às 2 da manhã. Entre eles, de Jade Rainho, “Flor Brilhante e as cicatrizes da pedra” e,  de Rodrigo Siqueira Arajeju, “Índios no poder” e  “Índio cidadão?”.

Página do evento: https://www.facebook.com/events/1006818596084682/permalink/1010646945701847/

Atenção: Este link tem caráter meramente informativo. Sempre cheque as informações sobre os espetáculos, que podem ter sido alteradas, com os seus respectivos organizadores.