O Povo Munduruku está sendo ameaçado por novos velhos projetos de destruição da Amazôniaíndio é nós naya Child_Audiencia Publica demo, que tiveram sua origem na ditadura militar, e que a atual presidenta da república, ex-guerrilheira, insiste em implantar.

Atualmente, o rio Tapajós está ameaçado de receber novas barragens, o que ameaça diretamente os Munduruku. Esses empreendimentos seriam ilegais e danosos ambientalmente, mas, como a construção de Belo Monte segue, a despeito das violações dos Direitos Internacional, Constitucional, Ambiental, e apesar da crise hídrica, sabemos que o governo federal não se intimida diante da lei e das mudanças climáticas.  Ele se apressa em acelerar o “fim do mundo”.

Neste momento de paralisação das demarcações de terras indígenas, ou seja, de violação brutal dos direitos constitucionais dos índios, este povo organizou a resistência: resolveu realizar a autodemarcação, diante da desídia do governo federal, e pede solidariedade à Campanha Munduruku:  http://www.campanhamunduruku.net/

É fundamental participar do financiamento coletivo:

Te oferecemos aqui uma maneira de unir forças com os índios Munduruku, para defender o seu território sagrado na floresta Amazônica, e assim o seu modo de vida. Apoie a campanha de financiamento coletivo para participar diretamente no processo de fortalecimento da autonomia do povo Munduruku.

A campanha tem três objetivos principais:

1) Apoiar o processo de auto-demarcação do território DAJE KAPAP EYPI – I`ECUG`AP KARODAYBI (transporte e alimentação de 30 indígenas);

2) Legalizar duas associações Munduruku: “Da’uk” e “Pahyhyp” (gastos legais, transporte e acomodação de 6 indígenas);

3) Traduzir e dublar o documentário “Índios Munduruku: Tecendo a Resistência” e o acervo de vídeos do “Amazônia em Chamas” para a lingua Munduruku; e distribuição deste material.

Em um segundo momento, construir-se-á um portal “com toda a produção comunicacional acerca da luta Munduruku”.

O documentário de Nayana Fernandez, “Índios Munduruku: Tecendo a Resistência”  foi lançado no portal “Índio é Nós”. Descubram ou revejam este importante filme, cujas denúncias se tornam cada dia mais urgentes:  http://www.indio-eh-nos.eco.br/eventos/munduruku-tecendo-a-resistencia-documentario-de-nayana-fernandez-em-indio-e-nos/